terça-feira, 30 de agosto de 2016

PRATICANDO O REIKI


Vejamos  abaixo um passo-a-passo do Reiki desde a preparação do ambiente até a prática em si:
1.   Busque um lugar calmo e tranquilo, se possível.
2.   Para quem for receber o Reiki, é recomendável não ingerir álcool, drogas, ou carne vermelha, com 24 horas de antecedência. Caso contrário, a absorção não será a mesma.
3.   Quem aplica também não deve ingerir carne vermelha, drogas ou álcool.
4.   De preferência é necessário limpar/purificar o ambiente com incenso, aroma ou aplicar o próprio Reiki.
5.   A música é muito importante para ambientação, quanto mais tranquilo o receptor estiver, melhor sua receptividade.
6.   O aplicador deve lavar bem as mãos até o antebraço com sabão.
7.   O receptor pode ficar deitado, sentado ou mesmo de pé.
8.   Nesse momento ele pede para pessoa que vai receber o Reiki que respire profundamente por três vezes, e eleve os pensamentos a lugares da natureza e para ter pensamentos tranquilos.
9.   Quando tudo estiver pronto, o aplicador também respira fundo e se concentra.
10.               Com as mãos em forma de prece pede autorização aos mestres Reiki, para que através de suas mãos seja transmitida a mais pura energia cósmica.
11.               Nesse momento o aplicador de Reiki imagina um facho de luz branca vindo do céu e entrando pelo topo de sua cabeça, percorrendo todo o corpo até os pés e subindo para as mãos.
12.               Posicione as mãos com as palmas viradas para o receptor e imagine esta luz saindo delas e indo em direção à pessoa.
13.               Essa luz será aplicada em todos os pontos de entrada de energia. Eles são os seguintes: chacra coronário (topo da cabeça), chacra frontal (entre as duas sobrancelhas), chacra laríngeo (garganta), chacra cardíaco (em frente ao coração), plexo solar (um palmo abaixo do coração), chacra umbilical (umbigo), chacra sexual (um palmo abaixo do umbigo), e o chacra básico (períneo). Existem outros pontos, que são os secundários, onde também se pode aplicar. São eles: mãos, ombros, ouvidos, joelhos, pés.
14.               Não é necessário encostar as mãos na pessoa, o Reiki é aplicado a uma distância de 5 a 10 cm.
15.               Ao mesmo tempo em que o praticante imagina a luz, colocam-se os símbolos sagrados (recebidos pelo Mestre).
16.               O tempo de aplicação em cada ponto depende do grau do reikiano. Pode ser de 1 minuto para grau avançado e até 5 minutos para os iniciantes.
17.               Ao término de todos os pontos, passa-se a mão direita, mais ou menos 10 cm do corpo, da cabeça ate os pés, tirando a energia negativa que ficou na aura. A ação é repetida por três vezes.
18.               Por fim, o praticante junta as mãos em forma de prece e agradece aos mestres, lavando em seguida as mãos e o antebraços com sabão.

Este é o método presencial, porém o Reiki também pode ser aplicado à distância, no entanto, esse tipo só pode ser realizado por quem tem nível mais avançado na prática (grau II e III). Neste caso, a terapia é aplicada através de uma fotografia ou em um papel com nome completo, data de nascimento e endereço escrito a lápis. O Reiki também pode ser aplicado nas paredes da casa, plantas, animais, objetos”.

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

O REIKI E AS CORES


As cores são a mais pura expressão de um estado de espírito. Tem a capacidade de alterar o nosso humor, de acalmar, agitar e até purificar. É uma das formas que utilizamos para nos mostrar ao mundo, seja através de ambientes, roupas ou adereços.
As cores podem ser utilizadas em conjunto com o Reiki ou de outras formas. Conhecer as cores e suas características permite aproveitá-las, não só em uma sessão mas também na vida.
Ao conhecer os chacras principais, o reikiano já tem o seu primeiro contato com as cores. Cada chacra tem a sua cor, como indicado a seguir:



Conhecendo as cores do chacras, é possível utilizar a cromoterapia como complemento ao Reiki. Uma forma é o uso de uma luminárias com cores. Para trabalhar o chacra cardíaco, por exemplo, podemos utilizar uma luzverde durante a sessão. Já para trabalhar o chacra coronário, uma luz violeta será de bom auxílio. Como o reiki tem a capacidade de adaptar-se ao ambiente e à outras técnicas, acredito que a energia reiki utilizará o estímulo extra sempre da melhor forma para a pessoa sendo atendida.
Ao escolher as cores para uma sala de Reiki também é importante considerar as cores e seus efeitos. A cor vermelha, por exemplo, pode ser utilizada como cor complementar em alguns casos – como o uso de luzes coloridas – mas não é indicada para ser a cor de uma parede, por exemplo. Para isso já é mais indicado o uso de cores mais “calmantes”, como o azul, o violeta ou o rosa.
Apesar do uso das cores ser um complemento aceito, o Reiki não depende de nenhuma luz artificial ou externa para atuar na pessoa ou ter resultados. Ao aplicar reiki, é comum o relato – tanto de terapeutas como de pessoas atendidas – da visão de cores durante a sessão, sem o uso de qualquer luz ou acessório. Assim o uso das cores no ambiente é considerado um complemento, como um reforço positivo.
O uso das cores não fica restrito ao Reiki, podendo ser utilizado em situações corriqueiras. É sempre um recurso a mais, simples e poderoso. Tem uma reunião de emprego? Experimente colocar um detalhe do vestuário emvermelho, para aumentar a coragem e a confiança. Quer recuperar-se mais rápido da gripe? Um pouco de verde só vai ajudar. Tem um consultório na área da saúde? Pinte uma parede de verde claro. Quer aumentar acriatividade? Experimente o azul. E assim, nos detalhes, podemos usar as cores a nosso favor.

Veja as principais características das cores dos 07 chacras:
Cor Vermelha
O vermelho estimula a circulação do sangue e os nervos, permite a liberação de adrenalina e combate os efeitos nocivos do frio. É altamente revigorante, energético e excitante.
O vermelho atua sobre o sistema nervoso, dando mais confiança, coragem, iniciativa e força de vontade, fazendo superar a depressão e o cansaço.


Cor Laranja
O laranja estimula o sistema respiratório e a fixação de cálcio. Aumenta o tônus sexual e proporciona o otimismo. Possui ação antiespamódica, alivia cãibras e dores devidas à tensão e ao stress.
Do ponto de vista psicológico, o laranja ajuda a remover repressões e inibições. Amplia a mente e a torna receptiva para novas ideias.


Cor Amarela
O amarelo atua nos sistemas nervoso central e autônomo simpático, vitaliza os neurônios cerebrais, favorecendo o raciocínio e a memória. Combate a preguiça funcional dos órgãos internos, estimula o fígado e os intestinos. Vitaliza o coração e todo sistema circulatório. Favorece a defesa imunológica do organismo. Do ponto de vista psicológico o amarelo estimula o raciocínio lógico, melhora o autocontrole, favorecendo o equilíbrio e o otimismo.


Cor Verde
O verde é a cor da natureza, do equilíbrio, da paz e da harmonia. Age no coração e na pressão sangüínea. O verde acalma e descongestiona. Neutraliza o excesso do vermelho, alaranjado e do amarelo.
Do ponto de vista psicológico, o verde trás um sentimento de renovação e vida nova.


Cor Azul Claro
O azul é por natureza uma cor refrescante, que transmite paz, frescor e serenidade, considerada a cor da calma e da tranquilidade. Está  relacionada ao nosso Chacra Laríngeo, responsável pela clareza e transparência da nossa expressão vocal e da comunicação. É uma cor suavizante e calmante que atua no sistema nervoso central. Tem uma ação anti-inflamatória, anti-séptica, antipirética e analgésica.


Cor Azul Índigo
O Azul Índigo é o cor do nosso sexto chacra, o chacra da intuição, conhecido como Chacra Frontal. É uma cor profunda, que transmite ao mesmo tempo reflexão e força, emitindo uma energia muito forte também. É a cor da consciência celestial. Muitas características do azul claro também estão presentes no azul índigo, por tratar-se da mesma cor, porém o índigo tem algumas características próprias do seu tom.

Cor Violeta
Violeta é a cor da Espiritualidade. É a cor do despertar da consciência. Ela representa nosso alinhamento e conexão com o Universo, com o Ser Supremo, com a Vontade Superior. É relacionado ao Chacra Coronário, que está ligado à consciência de nós mesmos e do nosso lugar no universo. É a cor da satisfação espiritual e contém a sabedoria divina. A cor violeta aumenta o magnetismo pessoal. É a cor da dignidade, do respeito próprio e da nobreza.


domingo, 28 de agosto de 2016

ERVAS E SIGNOS






Ervas e signos


"Não se esqueça de tomar um chá antes de dormir."



O que muitas vezes parece receita de avó pode funcionar de verdade.
Algumas ervas possuem substâncias que ajudam a curar ou aliviar os sintomas de várias doenças físicas e mentais e são utilizadas até na composição de remédios. 
De acordo com a astrologia é possível detectar os pontos fracos e sensíveis dos 12 signos do Zodíaco e a erva ideal, que proporciona equilíbrio e harmonia para cada um deles.

ÁRIES
É comum o ariano não saber como se controlar - a impulsividade é uma de suas características mais marcantes. MIL FOLHAS é o nome da erva que atua no sistema nervoso e diminui a ansiedade. Com ela podem ser feitos chás para beber ou jogar no corpo após o banho.

GÊMEOS
Trabalhador incansável, o geminiano expõe-se muito à agitação. Essa inquietude pode se refletir em problemas de estômago e pele. A HORTELÃ PIMENTA é indicada nos casos de estresse ou diante dos lapsos de memória. Além de fazer chá, suas folhinhas podem ser mascadas.

TOURO
Aquele que nasce sob o signo de Touro geralmente não consegue demonstrar seus sentimentos, sem valorizar suas idéias com facilidade. Quando a garganta fica presa, travada, a MALVA entra em ação, aliviando esse incômodo. Ela pode ser usada em chás, banhos ou gargarejos.

CÂNCER
A sensibilidade à flor da pele deixa a pessoa de Câncer vulnerável a ambientes carregados de energias negativas. A ARTEMÍSIA usada em banhos e chás pode auxiliá-la nesse sentido, pois ajuda a superar os medos, a renovar os ânimos e a espantar os maus fluídos.

LEÃO
O exagerado esforço mental, comum na vida de quem nasceu sob o signo de Leão, gera um cansaço físico muito grande. Nessas horas, é de uma injeção de disposição de que ele precisa. O ALECRIM - utilizado em banhos e chás - é revigorante e dá um chega para lá na depressão.

LIBRA
Algumas incertezas são suficientes para abalar o sistema nervoso do libriano. Aumentar a auto confiança e colocar as idéias em ordem é do que necessita para conquistar tudo aquilo que deseja. A ALFAZEMA proporciona o equilíbrio e pode ser usada em banhos ou chás.

VIRGEM
A mania de pensar em cada detalhe de tudo o que faz é muito desgastante e prejudicial quando levada ao extremo. Quem é do signo de Virgem tem que se policiar com freqüência para que isso não aconteça. Um chá de ERVA-DOCE é ótimo para acalmar.

ESCORPIÃO
Na maioria das vezes, a pessoa regida por Escorpião demora para identificar suas reais vontades, além de Ter dificuldade para dar o primeiro passo, por isso, sempre acaba tendo de remediar ao invés de prevenir. A CARQUEJA é uma erva que garante a iniciativa.

SAGITÁRIO
A busca de novos desafios e o excesso de trabalho físico e intelectual são constantes na vida das pessoas de Sagitário, que muitas vezes sentem-se esgotadas. Tensão e dores musculares tornam-se freqüentes, deixando-o ainda mais abalado. Um banho ou um chá de SÁLVIA combate esse estresse.

AQUÁRIO
A mente de quem é de Aquário não tem sossego! É difícil desligar-se dos problemas que o cercam antes de encontrar uma solução. Isso pode levar à insônia, à indigestão ou à falta de apetite. A MELISSA, além de calmante, ajuda a eliminar vícios físicos e mentais.

CAPRICÓRNIO
A rigidez consigo mesmo e com todo mundo pode levar aquele que nasceu sob o signo de Capricórnio a viver cheio de bloqueios. É hora de dar um jeito e começar a aproveitar melhor suas oportunidades. A erva CAVALINHA, em forma de chá ou no banho de imersão, expulsa a negatividade.

PEIXES
O pisciano é do tipo que vive no mundo dos sonhos. Levar a vida com um pouco de ordem e disciplina e com os pés no chão é o seu grande desafio. Colocar os pés de molho em água quente com MANJERICÃO é a dica para manter a mente em sintonia com a realidade do dia-a-dia.

domingo, 5 de junho de 2016

Técnicas de defesa energética


Seja em casa, no trabalho ou mesmo andando pela rua… Aquelas dores de cabeça que parecem ter surgido de repente. Bem… Na verdade estas dores não surgem de repente e servem para evidenciar que algo está mau com a sua saúde energética.
De modo geral, um ataque psíquico é o ato de um ser atacar o outro sem tocá-lo com o seu corpo, mas com sua aura ou energia.
Quando duas pessoas estão brigando mesmo sem se tocar, estão trocando energias entre si, de modo que o agressor lança energias doentes sobre o outro. É por isso que saímos tão debilitados de uma discussão: perdemos energias úteis e ganhamos energias ruins.
Para quem quiser saber mais, recomendo acessar sites que falem sobre vampirismo energético.
 

Passo agora a falar sobre algumas técnica de defesa que eu uso:



·    Quando perto de uma pessoa doente, visualizo um rio descendo diretamente do céu até o topo da minha cabeça (o chacra coronário, órgão espiritual que nos liga ao divino). Ao fazer isso, imagino-me doando essa energia divina para a pessoa, de modo que ela se cure e que eu não absorva sua doença;
·    Quando perto de uma pessoa negativa, imagino-me criando um grande escudo ao redor de mim mesmo, de modo a estar isolado energeticamente da outra pessoa;
·    Em um ambiente lotado, coloco uma de minhas mãos sobre a barriga, na região do chacra do plexo solar, de modo que este chacra não absorva a energia do ambiente;
·    Em sessões de terapia (como massagem, etc), posso utilizar alguns cristais dentro dos meus bolsos para que estes absorvam qualquer energia deletéria que eu tenha absorvido durante este momento.


                                                                 Muita paz, luz e amor.



sábado, 16 de abril de 2016

EQUILIBRANDO A ENERGIA PESSOAL





A bagunça é inimiga da prosperidade. Mas ninguém está livre dela.

Ela se forma sem que se perceba e nem sempre é visível.

A sala parece em ordem, a cozinha também, mas basta abrir os armários 
para ver que estão cheios de inutilidades.
Os aspectos psicológicos  e a falta de  harmonização de ambientes, provoca cansaço e imobilidade, engorda, confunde, deprime, tira o foco de coisas importantes, atrasa a vida e atrapalha relacionamentos.  Para evitar tudo isso fique atento...



Regras para harmonizar o ambiente.. 

- Jogue fora o jornal já lido.
- Coloque coisas novas em casa quando se livrar de uma velha.
- Tenha latas de lixo nos ambientes, use-as e limpe-as diariamente.
- Guarde coisas semelhantes juntas; arrume roupas de acordo com a cor, fique só com as que utiliza.
-Toda sexta-feira faço uma limpeza.
- Faça sempre uma limpeza geral  no fim do mês, use caixas de  papelão marcadas Tipo     - Lixo, Consertos, Reciclagem,  Presentes, Doação. 
- Após enchê-las, encaminhe a seu destino final.
- Organize devagar, comece por um cômodo , limpe  gavetas e armários, faça tudo no seu ritmo e observe as mudanças acontecendo na sua vida.
Postura


Bons hábitos, cuidado com o corpo, descanso, boa alimentação, exercícios físicos e o lazer devem  ser colocados em primeiro  plano. Os sentimentos positivos, ‘como a amizade, amor incondicional,  confiança,  desprendimento,  solidariedade,  autoestima, alegria  bom-humor  e a compaixão recarregam as energias e dão força para empreender nossos projetos.. Atraindo energias positivas e a prosperidade .


 Pensamentos 


Pensar gasta muita energia. Ficar remoendo problemas cansa mais do que um dia inteiro de  trabalho. Quem não tem domínio sobre seus pensamentos - torna-se escravo da mente e acaba gastando a energia que poderia ser convertida em atitudes concretas, além de alimentar os conflitos.
Não basta estar atento ao volume de pensamentos, é preciso prestar atenção
à qualidade deles. Pensamentos positivos e elevados podem recarregar as energias, enquanto o pessimismo consome energia  e atrai mais negatividade para nossas vidas.


 Sentimentos

Choques emocionais e raiva intensa também esgotam as energias, assim como ressentimentos e mágoas nutridos durante anos seguidos. Não é à toa que muitas pessoas ficam estagnadas e não são prósperas.
Isso acontece quando a energia que alimenta o prazer, o sucesso e a felicidade é gasta na manutenção de sentimentos negativos. Medo e culpa também gastam energia, e a ansiedade descompassa a vida.

 Obstáculos


Fugir do presente - As energias são colocadas onde a atenção é focada. O homem tem a tendência de achar que no passado as coisas eram mais fáceis: “bons tempos aqueles!”, costumam dizer os saudosistas, que se apegam às lembranças do passado, quanto àqueles que não conseguem esquecer os traumas, colocam suas energias no passado. Por outro lado, os sonhadores ou as pessoas que vivem esperando pelo futuro, depositando nele sua felicidade e realização, deixam pouca ou nenhuma energia no presente.
E é apenas no presente que podemos construir nossas vidas.



Perdão

Perdoar significa soltar ressentimentos, mágoas e culpas. Libertar o que aconteceu e olhar para frente. Quanto mais perdoamos, menos bagagem interior carregamos, gastando menos energia ao alimentar as feridas do passado. Mais do que uma regra religiosa, o perdão é uma atitude inteligente daquele que busca viver bem e quer seus caminhos livres, abertos para a felicidade. Quem não sabe perdoar o outros e si mesmo, fica “energeticamente obeso”, carregando fardos passados.



Mentira

Todos mentem ao longo da vida, mas para sustentar as mentiras muita energia é gasta. Somos educados para desempenhar papéis e não para sermos nós mesmos: a mocinha boazinha, o machão, a vítima, a mãe extremosa, o corajoso, o pai enérgico, o mártir e o intelectual.  Quando somos nós mesmos, a vida flui e tudo acontece com pouquíssimo esforço.



Viver

Ninguém vive só e, por meio dos relacionamentos interpessoais, evoluímos e nos realizamos, mas é preciso ter noção de limites e saber amadurecer também nossa individualidade. Esse equilíbrio nos resguarda energeticamente e nos recarrega. Quem cuida da vida do  outro, sofrendo seus problemas e interferindo mais do que é recomendável, acaba não tendo energia para construir sua própria vida. O único prêmio, nesse  caso, é a frustração.




Desordem

A desordem afeta muito as pessoas, causando confusão mental e emocional. Quando você perceber que  a vida anda confusa,  arrume sua casa,  armários, gavetas, bolsa e os documentos, além de fazer uma faxina geral. À medida que ordenamos  e limpamos os objetos, também colocamos em ordem nossa mente e coração. Pode não resolver o problema, mas dá alívio. Não terminar as tarefas é outro “escape” de energia. Todas as vezes que você vê aquele trabalho que não concluiu, “pensa” “você não terminou! Isso gasta energia. Ou  você a termina ou livre-se dele e assuma que não vai concluir o trabalho. O importante é tomar uma atitude.

O desenvolvimento do autoconhecimento, da disciplina  e da terminação fará com que você não invista em projetos que não serão concluídos e que apenas consumirão seu tempo e energia.


Natureza

A natureza é  nossa maior fonte, insubstituível, alimentação energético, também nos limpa das energias estáticas e desarmoniosas. O homem  que mora e trabalha em locais muito fechado, vê-se privado dessa fonte de energia. A competitividade, o individualismo e o estresse agravam esse quadro e favorecem desgaste  energético, onde todos sugam e são sugados de suas energias vitais.
A perda de energia pessoal pode ser manifestada de  várias formas, tais como: a falha de memória (branco),  cansaço físico, o sono deixa se ser reparador, a ocorrência de doenças degenerativas e psicossomáticas, o  medo o individualismo e a agressividade aumentam pois ara economizar energia - o crescimento pessoal, a prosperidade e a satisfação diminuem - os talentos não se manifestam o magnetismo pessoal desaparece.



 Ambiente

Posicionar os móveis de maneira correta, usar espelhos para proteger a entrada da casa colocar sinos de vento, plantas, fontes d’água para harmonizar e equilibrar  o ambiente, são medidas que aumenta  a energia de quem vive em espaços fechados úmidos e escuros, melhorando assim o astral  das pessoas que moram ou trabalham neste tipo de local.
O ambiente faz a pessoa, e vice-versa.

Na verdade, a qualquer momento que você se sinta bem, a energia pessoal flui livremente em você. Torne esse modo padrão, levando a sério as lições aqui aprendidas. Traga ainda mais energia positiva em sua vida - a energia que nunca, nunca se esgota e não custa um único centavo!

segunda-feira, 11 de abril de 2016

“SINAIS DE QUE O ESPÍRITO DE ALGUÉM QUERIDO ESTÁ POR PERTO”


É difícil perder alguém a quem nos sentíamos bastante chegados. Todos perdemos alguém em algum ponto de nossas vidas, é uma realidade da natureza e, infelizmente temos que encarar isso da melhor maneira possível.
No entanto, apesar de o corpo de alguma pessoa não estar mais entre nós, não significa que a pessoa tenha desaparecido para sempre de nossas vidas! Aqui estão alguns sinais que podem significar que os seus entes queridos que se foram não deixaram o seu lado definitivamente!

1. Você sente o seu cheiro
Quando o espírito de alguém querido está por perto, ele pode se manifestar de diversas maneiras. Uma das mais comuns é o olfato. O cheiro de uma pessoa é, frequentemente, uma das conexões mais fortes com ela. Pode ser o cheiro de tabaco do cigarro ou um perfume, ou até mesmo o aroma de sua comida preferida sendo preparada. Aprecie isso, é uma mensagem sendo enviada diretamente de seu amado falecido.

2. Eles aparecem nos seus sonhos
Essa é uma das maneiras mais comuns que os espíritos usam para interagir conosco. Nossas mentes subconscientes sempre são mais abertas ao mundo espiritual, frequentemente deixando ele entrar. Sonhos envolvendo espíritos são incrivelmente realísticos e nem um pouco como sonhos normais. Preste atenção ao que eles podem significar, pode ser uma mensagem.

3. Suas coisas somem
Você pode sentir como se tivesse se perdido quando percebe que itens do dia a dia somem dos locais usuais. Pode ser um parente ou amigo falecido brincando com você. Pode parecer bobo, mas não significa que eles perderam o desejo de brincar com você. Ria com eles!

4. Pensamentos incomuns
Você pode experienciar pensamentos que sente não serem seus, quase como se seu monólogo interno seja ocupado por outra pessoa. Pode ser um sinal de que as pessoas falecidas ainda estão com você. Se você se sente com pensamentos externos, preste atenção a eles, especialmente quando eles começarem a conversar com você.

5. Sinais no funeral
Segundo James Van Praagh, um renomado psíquico, os espíritos vão aos seus próprios funerais. Eles andam pela sala tentando confortar os seus amigos mais queridos e dar sinais de que está tudo bem. Frequentemente, por que as pessoas estão tão desconcertadas no luto, esses sinais passam desapercebidos. Quando for a um funeral fique aberto aos sinais que eles oferecem.

Autor: James Van Praagh

James Van Praagh é um medium, escritor e produtor de televisão. Ele já escreveu vários best-sellers e livros que tratam de espiritualidade, por intermédio da comunicação com espíritos, que foram traduzidos em mais de 50 línguas no mundo inteiro.

Autor: James Van Praagh

domingo, 10 de abril de 2016

INCENSO COM ERVAS AROMÁTICA


Incenso de ervas aromáticas secas serve para purificar e aromatizar o ambiente, trazendo o cheiro de campo para dentro de sua casa. Mas também são ótimos objetos de decoração e presentes muito originais, além de saudáveis, claro.
São muito fáceis de fazer e te ensinaremos como.
As ervas indicadas para fazer o incenso são:
Alfazema
Alecrim
Hortelã
Tomilho
Sálvia
Erva cidreira
Pinheiro
Cedro
É importante que as ervas sejam escolhidas em dias ensolarados e secos. Caso apanhe ervas úmidas, descarte-as. Elas irão juntar bolor e apodrecer com muita facilidade.
Corte as plantas pelos caules e nunca pela raiz.
As ervas devem ser embrulhadas com fio de algodão. Quanto mais o fio estiver apertado, mais lentamente as ervas irão queimar.
Antes de iniciar o procedimento de preparo, arranque todas as folhas doentes. Estas não devem ser usadas.
Vamos ao passo a passo
1 – Comece por fazer um nó na ponta do ramo da erva aromática que escolheu
2 – Segure o ramo e comece a enrolar o fio, dê 2 a 3 voltas e volte a dar um nó
3 – Continue a enrolar o fio até a outra ponta oposta (as folhas desta extremidade podem ficar soltas ou serem dobradas)
4 – Certifique-se que o fio está bem apertado
5 – Vire o ramo e continue a enrolar o fio até à extremidade por onde começou
Se achar necessário, pode voltar a repetir o procedimento certificando-se que termine na extremidade onde começou.
6 – Pendure os raminhos secos atrás de uma porta, num lugar escuro e seco onda haja uma boa circulação de ar
7 – Aguarde algumas semanas para que as ervas estejam completamente secas antes de fazer a queima
8 – Quando estiverem prontas segure na extremidade por onde começou e com a ajuda de uma vela comece a queimar a ponta do ramo
10 – Deixe queimar uns 2 minutos e assim que o fogo pegar bem, apague-o lentamente assoprando
Tenha cuidado com as pequenas fagulhas incandescentes que podem se soltar.
11 – Pouse lentamente o ramo num prato de barro
12 – Caso queira apagar o seu ramo de incenso natural, esmague e sufoque as pontas que se encontram incandescentes


Evite usar água pois pode danificar o ramo de forma que não seja possível sua reutilização.
E você, gosta de incenso? E de ervas aromáticas? Ficou animado para produzir seu próprio incenso?